Em sua 27ª edição, Grito dos Excluídos de 2021 se soma ao Fora Bolsonaro

Realizado nacionalmente desde 1995, o Grito dos Excluídos é um conjunto de manifestações populares realizadas na Semana da Pátria e que culmina no feriado de Independência, em 7 de setembro, dando voz às camadas fragilizadas para denunciar os mecanismos sociais de exclusão e propor caminhos alternativos para uma sociedade mais inclusiva.

A edição de 2021 tem um significado ainda mais simbólico por acontecer no mesmo dia em o presidente da República, Jair Bolsonaro, organiza uma manifestações contra a Democracia para defender a ideia de que o único resultado que ele aceita é sua permanência no poder (o resto da pauta serve apenas para enganar seus apoiadores).

O Grito dos Excluídos deste ano tem como tema “Vida em primeiro lugar”, e vai unificar a luta por participação popular, saúde, comida, moradia, trabalho e renda com as denúncias das atrocidades do governo Bolsonaro, que chama de idiotas os que dizem que os brasileiros precisam de feijão em vez de fuzis (no momento em que pessoas fazem fila para comprar osso porque não podem comprar carne).

Em Curitiba, o Grito será realizado na Ocupação Nova Esperança, em Campo Magro, às 9h30, e à tarde se soma ao Comitê Unificado de Lutas do Paraná, às 16h, na Praça Santos Andrade, para o Fora Bolsonaro.

Impulsionado inicialmente pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o Grito dos Excluídos hoje é um marco das mobilizações dos trabalhadores e trabalhadoras do país, reunindo diversos partidos, movimentos sociais, organizações da sociedade civil, entidades sindicais e religiosas das mais diversas crenças e denominações.

O SINDESC estará presente e convida a todos aqueles que acreditam que não há nada mais importante do que a vida.

Fonte: SINDESC

Posts recomendados