Precisamos cuidar de quem cuida. SINDESC lamenta esta perda e continua na luta para a segurança dos profissionais.

Valdirene-Aparecida-Ferreira-dos-Santos-e1587993656117
Não é uma gripezinha, não é questão política nem tão pouco intriga da oposição, é um vírus que está matando pessoas de diferentes idades em todo o mundo.
Os profissionais da saúde estão na linha de frente desta batalha, com medos, com pressão e sobrecarregados emocionalmente, sem saber como será o amanhã.
Perdemos uma combatente nesta batalha e o sindicato se sente com muito pesar e enlutado com isso.
 
A associada Valdirene Aparecida dos Santos, 40 anos, foi vítima do Novo Corona Vírus depois de cerca de um mês internada na UTI do Hospital Ônix. Valdirene trabalhava na UTI do Hospital Marcelino Champanhat e após atender um paciente infectado acabou sendo contaminada e hoje infelizmente faz parte das estatísticas tristes devido ao COVID-19.
 
O SINDESC trabalha incansavelmente todos os dias, recebendo as denúncias dos trabalhadores e tomando as medidas necessárias para que a categoria obtenha os materiais para proteção pessoal, bem como afastamento dos que pertencem ao grupo de risco e também pressionando os gestores hospitalares e governo no cuidado com todos os profissionais.
 
Também pedimos à sociedade que respeitem o isolamento social e fiquem em casa, por enquanto esta é a única alternativa que temos para cuidarmos uns dos outros e conter o avanço desta doença avassaladora. Estudos estão sendo realizados no mundo todo, em breve teremos um tratamento e vacina.
 
O sindicato em parceria com a Central Única dos Trabalhadores (CUT), Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS) UniGlobal (Sindicato Internacional), Internacional de Serviços Públicos (ISP), Conselho Regional de Enfermagem (COREN) e Federação dos Trabalhadores da Saúde do Paraná ( Fetrasaude) estão na luta para o cuidado com os profissionais da saúde e da população. Exigimos EPI’s, exigimos medidas de segurança através de abaixo assinado, ofícios, ações na justiça e tudo o que for necessário para o cuidado da nossa categoria.
 
Não podemos permitir tanta exposição daqueles que estão lá para salvar vidas e cuidar do próximo.
 
O SINDESC lamenta muito a perda de nossa companheira e envia condolências aos seus familiares.
 
A luta continua.
Posts recentes